Farol da Nossa Terra – Agradecimento
sexta-feira, 22 setembro 2017

Editorial — Terça-feira, 31 Agosto 2010 — 12 Comentários

Agradecimento

Como devem calcular, é complicado gerir, em todos os sentidos, um blog informativo como o nosso. São despendidas, diariamente, muitas horas de tempo que poderia ser aplicado noutra ocupação e é exigido, mensalmente, um volume considerável de encargos (Internet, telefone, energia eléctrica, combustível, etc.).

Mesmo que se consiga deixar de contabilizar e remunerar o tempo despendido, os encargos financeiros criam-nos algumas contrariedades. Por isso mesmo, há um ano atrás, tínhamos já decidido terminar com o funcionamento do blog em Janeiro deste ano 2010 se até Dezembro de 2009 não encontrássemos quem nos apoiasse com publicidade.

Precisamente nessa altura, em pleno Verão do ano passado, fomos contactados pessoalmente pelo Sr. Jorge Abreu, de Carregal do Sal, emigrante nos EUA, então de férias na sua terra natal, para nos dar os parabéns pela existência do blog e pelos seus conteúdos, considerando-o “a coisa mais bonita” que chegava aos emigrantes desta região radicados naquele país.

Naturalmente que tal gesto nos sensibilizou bastante, o que não impediu que puséssemos o Sr. Jorge Abreu ao corrente da nossa intenção de terminar com o funcionamento do blog se não surgissem contrapartidas a nível de publicidade. Prometeu, então, aquele nosso amigo que procederia, assim que se tornasse oportuno, a uma angariação de donativos junto de outros emigrantes, seus conhecidos, seguidores do Farol da Nossa Terra nos EUA.

Hoje mesmo, decorrido um ano, foi-nos entregue em mão pelo Sr. Fernando Albuquerque, de férias na sua terra natal, a mando do seu irmão Jorge Abreu, uma determinada quantia em dinheiro resultante da prometida angariação de donativos, acompanhada de uma lista com os nomes dos emigrantes nos EUA que contribuíram para o efeito, nomeadamente: Jorge Abreu, Fernando Albuquerque, Fernando Veloso, Jorge Fox, Flávio, Salvador, Zé Russo, Rogério, Arnaldo Figueiredo e Armando Albuquerque.

É com satisfação e vontade de nos esforçarmos para que o Farol da Nossa Terra continue a ser a “coisa mais bonita” para estes nossos amigos emigrantes, e para todos os outros que nos seguem nos mais diversos cantos do mundo, que agradecemos os donativos recebidos, mantendo, no entanto, a expectativa de que também de outros lados nos cheguem ajudas.

São estes gestos de generosidade e amizade que nos enchem de coragem para prosseguirmos até onde seja possível, dentro das nossas limitações, este árduo e empenhado trabalho de informação. Um agradecimento muito especial ao Sr. Jorge Abreu e o nosso mais sincero agradecimento aos amigos que contribuíram com os seus donativos.

A todos expressamos votos de saúde e felicidades e o desejo de que a alegria, o amor e a paz se multipliquem em suas casas.

A Administração do Farol da Nossa Terra

12 Comentários

  1. Alexandre Sousa diz:

    Quando de manhã ligo o meu computador, faço da leitura do Farol um acto diário. Depois, durante o dia e quando o meu trabalho me permite, vou aqui e ali consultando o Farol para ver se já há mais alguma novidade. Muitas dessas vezes estive para comentar artigos ou opiniões, acabando sempre por deixar para mais tarde. Este é o meu primeiro comentário após tantas centenas de consultas. Só que desta vez era impossivel deixar para depois e acabar irremediavelmente por não o fazer. E porquê? Porque o Jorge Abreu merece que desta vez eu interrompa o meu trabalho. Para quem, como eu, tive o prazer de privar durante alguns dias da sua companhia, em terras do Tio Sam, facilmente chega á conclusão do tipo de pessoa com quem estamos a lidar. O grande amor pela sua terra natal, a paixão que coloca em todos os actos relacionado com a mesma e com as suas Instituições faz com que este gesto de ajuda ao Farol encaixe perfeitamente no perfil que tem demonstrado ao longo do tempo que o conheço.
    Porque faço parte duma Instituição ( B.V. Carregal do Sal) que depende também em muito das mais diversas ajudas, consigo perceber “por dentro” o significado deste gesto. Nunca será demais, portanto, agradecer este tipo de atitude. Naturalmente extensivel aos amigos mencionados neste artigo e com quem também tive o prazer e previlegio de privar , quando da minha visita aos EUA. Este pequeno grupo da comunidade de Elisabeth, começa a ser um caso sério de ajuda ás mais diversas Organizações da nossa zona. A todos, muito obrigado.

  2. jorge abreu diz:

    Os longos anos que me separam do meu berço que me viu nascer, a “COISA MAIS LINDA QUE FIZERAM FOI O FAROL DA NOSSA TERRA”, porquê? porque chego cansado do dia de trabalho e sento-me em frente ao computador , e leio as noticias da minha TERRA, umas vezes rio ,outras vezes choro ,outras vezes fico triste ,outras contente ,depende da noticia que eu vejo ,e isso tudo faz-me sentir em TERRAS PORTUGUESAS, na minha gente , no meu povo ,e dá-me força para o meu próximo dia de trabalho .
    Por isso irmãos emigrantes não vamos deixar esta COISA LINDA acabar ,um bocadinho a cada um não custa nada, e sabemos muitas noticias da nossa TERRA NATAL
    Agradeço ao FAROL DA NOSSA TERRA o “agradecimento”, FOI DO CORAÇÃO…..
    A todos, e em meu nome pessoal, muito obrigados.
    .
    Caro amigo ALEXANDRE.
    Obrigado pelas palavras carinhosas que escreveste, NÃO TENHO PALAVRAS
    Um forte e saudoso abraço deste teu velho amigo JORGE ABREU

  3. F.Campos diz:

    Não é de espantar o gesto destes HOMENS de H grande, que tão longe da sua terra natal não só a não esquecem como estão sempre prontos a colaborar.Tive o prazer de privar de perto com estes valorosos Homens quando em 2008 integrei a representação dos Bombeiros de Cabanas de Viriato a festa que realizaram, sei o orgulho e o sentimento que sentem em pertencerem ao Concelho de Carregal do Sal, Portugal está-lhes no sangue.
    Gestos como estes deveriam servir de exemplo a Instituições com muitas responsabilidades no Concelho.
    Para vocês aí Jorge Abreu, Fernando, Russo, Flávio, Salvador, Amaral, Vítor, Santos e Jorge Fox um grande abraço e um bem haja.
    Até Sempre
    F.Campos

  4. Luis Alberto Abreu Sousa diz:

    Olá Jorge, é o Luis. Venho de acabar ler o teu comentário no Farol da nossa Terra e eu como Carregalense e teu grande Amigo orgulho-me do teu esforço que fazes longe da nossa Terra para ajudar os nossos Bombeiros e as outras entidades. Grande Abraço do teu Grande Amigo Luis, Cândida, Sara e David . Continuação de uma boa caça.

  5. jorge abreu diz:

    Saudosos amigos , Fernando Campos e Luis Sousa , é um prazer enorme AJUDAR A NOSSA TERRA NATAL . Como vocês dizem ,Portugal está no sangue , podem dizê-lo, então temos que ter orgulho disso …..
    Para os meus amigos um grande abraço
    Jorge Abreu

  6. Hermínia Fontes diz:

    Obrigada ao Sr. Jorge Abreu e a todos que de alguma forma contribuem para que o “Farol da nossa terra” continue. É muito bom consulta-lo! Espero que nunca acabe…Estou muito grata a todos!

  7. Adelino Borges diz:

    Só hoje me foi possível apreciar toda esta digna conversa entre todas estas pessoas que ,ao enaltecerem o grande Carregalense,provam todos ,que é da união ,que se faz a força.
    Assim ,não só quero manifestar os meus parabens ao Sr Abreu,que embora não o conhecendo,
    demonstra bem o amor ás gentes da sua terra ,seu País,e deixa transbordar o orgulho que qualquer Português deva ter,.
    Por outro lado uma palavra de apreço para a administração do farol da nossa terra ,pois se não fosse a sua dedicação ,certamente não chegariam tantas e tão rápidas notícias ao Mundo.
    Tambem entendo que se crie uma pequena cotização entre os utilizadores. ,qui fica ,portanto,um cheirinho para que este belo canal possa sobreviver.Um abraço.

  8. Teixeira da Silva, AJ diz:

    BEM–HAJAM todos aqueles que despendem o seu tempo em prol dos outros e, essencialmente, dos que estão longe da sua terra natal. Como o mais recente amigo, estou deveras grato por me terem dado a possibilidade de ocupar algumas linhas com “estórias” que nada terão de científico, mas o prazer é imenso e a matéria será, ainda assim muito vagamente, a que domino melhor, no entanto, estou pronto para que me digam BASTA! Atrevo-me a prestar rasgados elogios, às duas únicas pessoas que me conseguiram levar a essa linda terra, que me ficou no coração, os ilustres Senhor Lino Dias e Doutor Prata Freitas, a quem fico eternamente a dever a solidariedade e amizade com que tiveram o obséquio de receber a minha humilde pessoa!
    Do mais profundo âmago, quero também saudar o Senhor Presidente da Junta de Papízios e o Senhor Presidente da Câmara. OBRIGADO CARREGAL DO SAL.

  9. teixeira da silva, aj diz:

    Acabado de chegar de uma visita ciceroneada pelo nosso amigo Senhor Lino Dias, em que fui acompanhado pela minha esposa e um outro casal amigo, quero deixar bem expressos os meus (nossos) agradecimentos pela forma simpática de como fomos recebidos e ainda contemplados com um almoço. Sendo o editor a pessoa dos sete ofícios teve ainda algum tempo para nos mostrar as belezas das freguesias carregalenses e, que no meu caso particular, não conhecia.
    Cada vez mais continuo apaixonado pela vila. BEM-HAJA amigo Lino Dias e com toda a minha modéstia peço-lhe que torne público este meu agradecimento, extensivo à senhora de Travanca de São Tomé que facultou a chave para uma visita pormenorizada à respetiva capela.

  10. Pedro Zúquete diz:

    Foi um passeio excelente e com uma excelente companhia e um belíssimo guia turístico, o nosso amigo Lino.
    Irei futuramente propor a um grupo de amigos da Glória uma nova deslocação a Carregal do Sal, para que eles fiquem a conhecer a obra de Aristides de Sousa Mendes e conheçam o Museu de Carregal, bem como a belíssima iguaria de arroz de cabidela de galo.

    Um grande abraço para todos,
    Pedro Zúquete

  11. teixeira da silva, aj diz:

    Abusando do espaço e paciência do ilustre editor, quero tornar públicos os meus agradecimentos pelas maravilhosas horas passadas hoje, dia 19. Apesar de uma molhadela valente, quem corre por gosto não sente a camisa molhada, vim dessa terra, novamente de coração cheio.
    Não tenho palavras que cheguem para expressar a minha gratidão pelas capacidades cicerónicas do ilustre amigo Senhor Lino Dias. De facto só ma companhia dele faz com que queira voltar e levar outros amigos à terra que adotei como minha … que me perdoem os verdadeiros habitantes.
    Não é o almoço, mas sim aquela amizade pura que perdura e prometo voltar …
    BEM-HAJA meu bom amigo, as três ou quatro horas que estivemos juntos, pareceram segundos, tal a ânsia que tinha em adquirir conhecimento sobre CARREGAL DO SAL que passei a tê-la como minha. Já não são só os comboios que me motivam, mas a simpatia, os soberbos conhecimentos do ilustre LINO DIAS.

  12. teixeira da silva, aj diz:

    Acabado de chegar de mais uma viagem de estudo ferroviário à cidade viseense de Mangualde, com o meu particular amigo destas andanças, Pedro Zúquete, de Aveiro; tive o incomensurável prazer da companhia do ilustre ferroviário Lino Ferreira Dias, editor desta prestigiada publicação que nos acompanhou desde a sua Carregal do Sal e cujas expllcações tornam uma massa ignorante num sábio.
    Assim, até o almoço tem outro sabor quando os amigos se reencontram em terras beirãs.
    Bem-haja grande amigo Lino e até à próxima ….

Deixe um Comentário


Cronistas
Agenda
Agenda completa
Comentários Recentes
Últimos comentários