Desfile de Carnaval levou às ruas de Carregal do Sal mais de um milhar de crianças

Imagem 074.jpg

Inserido nas actividades escolares, o Carnaval é festejado, ano a ano, pelas crianças das escolas primárias e dos jardins-de-infância. Foi o que voltou a suceder ontem, 03 de Março, em Carregal do Sal, percorrendo as principais artérias da vila, após concentração, às 14h30, frente ao Posto da GNR, como habitualmente, de onde o desfile partiu em direcção à Praça do Município.

À excepção do jardim-de-infância de Cabanas de Viriato, todas as escolas e jardins-de-infância do Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal participaram no desfile, o maior de sempre, ultrapassando um milhar de crianças, acompanhadas dos respectivos professores e educadores, aumento esse resultante da recente unificação dos agrupamentos de escolas do concelho, tendo, por isso, como novidade, também a participação das escolas e jardins-de-infância antes pertencentes ao agrupamento de Cabanas de Viriato e que apenas participavam no desfile da Associação do Carnaval daquela vila.

A exemplo de anos anteriores, no desfile participaram ainda o Jardim-de-Infância O Ninho da Santa Casa da Misericórdia de Carregal do Sal, o Núcleo da Associação de Portuguesa de Paralisia Cerebral (APPC) de Oliveira do Conde, alunos dos 2.º e 3.º ciclos, dos cursos CEF e PIEF da Escola Básica n.º 2 de Carregal do Sal, e também muitos familiares das próprias crianças.

Além disso, a alegria das crianças e as fantasias de Carnaval despertaram a atenção das muitas pessoas que o cortejo foi encontrando pelas ruas onde passou, o que fez movimentar uma enorme moldura humana. Toda ela fértil de imaginação, a originalidade das indumentárias espalhou um encanto digno do apreço que o longo cortejo suscitou. A animação musical ao vivo, com um organista instalado no atrelado de um tractor, deu ainda mais vivacidade ao desfile.

Costuma dizer-se que o melhor Carnaval é o das crianças… E foram precisamente as crianças a mostrar que na sede do concelho ainda se reina, à grande, ao Carnaval. Pais, professores e educadores capricharam, a preceito, no visual que cada estabelecimento escolar apresentou, designadamente: Jardim e EB1 de Papízios – borboletas e jardineiros; Jardim do Sobral – cozinheiros, EB1 do Sobral – palhaços; Jardim de Fiais da Telha – pretos, EB1 de Fiais da Telha – minnies e mickeys; Jardim e EB1 de Oliveirinha – lenda do galo de Barcelos; EB1 de Pardieiros – piratas; Jardim de Carregal do Sal – jardineiros, EB1 de Carregal do Sal – 101 dalmatas; Jardim de Beijós – trajes de vários países, EB1 de Beijós – cupidos; Jardim de Casal da Torre – escovas de dentes; EB1 de Casal Mendo – homens das cavernas; Jardim e EB1 de Vila Meã – gotas de água; EB1 de Cabanas de Viriato – palhaços; Jardim de Oliveira do Conde – lagartas, EB1 de Oliveira do Conde – carochinhas e João Ratão; Jardim e EB1 de Póvoa de Santo Amaro – peter pans e fadas sininho; Jardim e EB1 de Parada – joaninhas; Jardim de Alvarelhos – galitos e galinholas, EB1 de Alvarelhos – romanos; Jardim e EB1 de Travanca de S. Tomé – rãs; EB2 de Carregal do Sal – pierrots; O Ninho – morangos; APCV – diversos.

Como sempre tem sucedido, a GNR acompanhou o desfile com eficaz regularização do trânsito e a Câmara Municipal colaborou no transporte das crianças. Além destes imprescindíveis apoios, a iniciativa só foi possível, conforme confirmou o presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas, Hermínio Marques, à nossa reportagem, “graças ao empenho de todos os docentes e não docentes das escolas envolvidas e ao apoio da autarquia”, destacando ainda que a coordenação do desfile esteve a cargo do professor Carlos Martelo. À sua satisfação pelo êxito da iniciativa, juntou-se também a satisfação do presidente da Associação de Pais (APDAE), José Abrantes, pelo contributo dado pelas auxiliares de educação geridas pela APDAE, manifestando-se agradado com “a forma ordeira e brilhante como o desfile decorreu”.

O Carnaval é um hábito enraizado no nosso povo que traz momentos de felicidade

– Palavras, em entrevista, de Hermínio Marques, presidente da Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas, promotora este ano do desfile de Carnaval

ENTREVISTA

Pergunta (P): Tendo o Agrupamento uma direcção provisória, o que prevaleceu para que a Comissão Administrativa pusesse na rua esta edição do desfile de Carnaval, ainda por cima, agora, de âmbito mais alargado?

Resposta (R): Existem várias razões. A primeira, porque o Carnaval é um hábito enraizado no nosso povo que traz momentos de felicidade a quem nele participa, muito especialmente às crianças e aos jovens. Uma segunda razão, é a vontade da direcção do Agrupamento de manter as tradições das unidades extintas, não só esta, mas também outras, como a Festa das Sopas em Cabanas de Viriato ou a Feira da Ladra em Carregal do Sal, etc. A terceira razão, e talvez a fundamental, permitir uma maior aproximação entre o Agrupamento e a comunidade educativa, que é absolutamente essencial para o sucesso escolar.

P: Que meios teve o Agrupamento que dirige para um desfile desta grandiosidade?

R: Antes dos meios, esteve o empenho convicto de todos os docentes e não docentes das escolas envolvidas, abrangendo todo o concelho. Quanto aos meios, tivemos um apoio da autarquia, que agradecemos, e, dentro do nosso orçamento, também contribuímos na medida do possível.

P: Há alguém a destacar em especial?

R: Todos os que participaram são especiais… No entanto, as Educadoras e os Professores do 1.º Ciclo tiveram um papel decisivo neste evento. Os assistentes operacionais e outros elementos não docentes deram igualmente uma ajuda preciosa. O professor Martelo, com a larga experiência que tem neste tipo de eventos, foi uma peça importante para a sua realização. Teremos ainda de referir como peças essenciais os pais e encarregados de educação das crianças e os jovens envolvidos, pois sem eles, obviamente, não seria possível este desfile.

P: Agora também participado por escolas que só desfilavam em Cabanas de Viriato, este desfile não choca com o desfile da Associação do Carnaval de Cabanas de Viriato?

R: Não, em absoluto! São coisas diferentes, mas que se interceptam. O Carnaval de Cabanas de Viriato é uma referência nacional dentro dos eventos carnavalescos. Tenho muito orgulho no Carnaval de Cabanas de Viriato e permita-me dizer que sempre participei no Carnaval de Cabanas de Viriato, tenho retido muitas boas recordações deste Carnaval. O Carnaval de Cabanas de Viriato é espontâneo e essencialmente popular. Nele não há lugar a ritmos importados, escolas de samba, reis oriundos dos programas de televisão da moda ou figurantes. O Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal irá participar com muito empenho e orgulho no Carnaval da Criança em Cabanas de Viriato. Tenho que forçosamente deixar aqui uma palavra calorosa para o presidente da Associação de Carnaval de Cabanas de Viriato pelo convite que nos fez, que muito nos honra, e acrescentar que temos o maior gosto em participar.

P: Não se torna cansativo para as crianças participarem em mais que um desfile?

R: Claro que não! Para elas, é uma alegria enorme este tipo de actividade. Basta olhar para elas… Além disso, existem alguns dias de intervalo entre as duas participações.

Lino Dias

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*