IV Capítulo da Confraria dos Carolos e Papas de Milho entronizou mais dez confrades e três amigos

DSCF0004.JPG

A Confraria dos Carolos e Papas de Milho, de Canas de Santa Maria, fundada em Novembro de 2011, realizou o seu IV Grande Capítulo no sábado, 04 de Outubro, em Tondela, com a entronização de dez novos confrades e mais três amigos.

O programa foi iniciado pelas 10h00 com a recepção dos convidados no parque traseiro do edifício dos Paços do Concelho, onde foi servido o programado mata-bicho, a que se seguiu uma visita guiada ao Museu Terras de Besteiros, importante referência museológica do território das Terras de Besteiros, sita no antigo Solar Casa de Sant’Ana, em pleno centro histórico da cidade.

Num desfile animado pela tocata do Rancho Folclórico “Boa União”, de Santa Ovaia de baixo (Canas de Santa Maria), as confrarias dirigiram-se depois até à Capela de Santa Eufémia, onde, cerca das 11h30, o pároco e confrade de honra João Dinis procedeu à bênção das insígnias dos novos entronizados. Após aquele acto religioso, foi tirada a foto de família na escadaria da Capela do Calvário.

Fez-se novo desfile das confrarias, igualmente com a tocata do rancho a abrir o cortejo, até às instalações da ACERT, onde à chegada os confrades das 20 confrarias presentes neste capítulo receberam cumprimentos do executivo municipal, antes de se dirigirem ao auditório que acolheu a cerimónia de entronização dos novos confrades e amigos.

A mesa de honra da cerimónia esteve constituída por José António Jesus, presidente da Câmara Municipal de Tondela, Adelina Martins, directora regional da Agricultura e Pescas do Centro, Lindolfo Ribeiro, representante da Federação das Confrarias Gastronómicas de Portugal, e João Alberto Martins, moleiro-mor da Confraria dos Carolos e Papas de Milho. Entre a plateia de mais de uma centena de confrades das confrarias participantes no capítulo, contavam-se também as presenças de Miguel Rodrigues, vice-presidente da Câmara Municipal, e dos vereadores Fátima Antunes, Pedro Adão e José Carlos Coimbra.

José Carlos Figueiredo, feitor (presidente da assembleia-geral) da Confraria anfitriã, na sua intervenção de boas vindas, agradeceu a presença em tão grande número de confrarias convidadas e deu os parabéns à Direcção pela escolha dos espaços deste capítulo. Antes de passar a condução da cerimónia à confreira e mestre de cerimónias Ana Miroto, fez uma referência especial a José Pereira, sócio-gerente da empresa Dão-Catering, pela “permanente disponibilidade, colaboração e apoio” ao projecto da Confraria; à Escola Profissional de Tondela, como estabelecimento de ensino de referência “cuja qualidade vai muito para além das fronteiras do concelho”; e a Suzana Redondo, da empresa Licor Beirão, “mulher fantástica” de quem “todos os confrades gostam”.

A imposição das insígnias a oito novos confrades efectivos contemplou António José da Silva Marques, médico aposentado do Centro de Saúde de Tondela, tendo trabalhado nas extensões de saúde de Caparrosa e Canas de Santa Maria; Armando Cabral Pinheiro, empresário do ramo do aço inox, estabelecido em Canas de Santa Maria; Cecília da Conceição Ribeiro Fragoso, directora pedagógica adjunta da Escola Profissional de Tondela e voluntária na Cooperativa Vários e nos Bombeiros Voluntários de Tondela; Gracinda Gomes do Carmo Almiro e Castro, técnica superior de Serviço Social na Santa Casa da Misericórdia de Tondela e directora técnica da valência da terceira idade; José Agostinho Martins Marques, fundador do Grupo TAC – Teatro Amador de Canas de Santa Maria, elemento do Grupo Coral de Canas de Santa Maria, membro do grupo de música popular “Canaverde” e membro do Grupo de Música Gregoriana e Medieval do Orfeão de Viseu; Maria de Fátima de Loureiro Ribeiro Marques, enfermeira no Hospital de Tondela; Maria Isolinda Martins Marques Figueiredo, aposentada dos quadros do Centro de Saúde de Tondela, a exercer voluntariado junto da Terceira Idade; e Maria de Lurdes Duarte Marques Pizarro, professora no Agrupamento de Escolas Tomaz Ribeiro.

Seguiu-se a entronização de dois novos confrades de honra, distinção atribuída a personalidades ou entidades de reconhecido mérito no âmbito da gastronomia ou cuja integração na Confraria contribua para o seu engrandecimento. Desta vez essa distinção contemplou Adelina Maria Machado Martins, directora regional da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro, e José Rui Martins Henriques, director e actor da ACERT. Também o bispo da Diocese de Viseu estava para ser entronizado como confrade de honra, mas não pôde estar presente.

Destinado a pessoas e instituições que por qualquer meio tenham concorrido significativamente para a consecução da Confraria, foi ainda atribuído o título de Amigo da Confraria a José Pereira, sócio-gerente da empresa Dão-Catering Lda; à Escola Profissional de Tondela, representada pela professora Cecília Fragoso; e a Suzana Maria Redondo, gerente da empresa J. Carranca Redondo, produtora do Licor Beirão.

Nos discursos de circunstância que encerraram a cerimónia usaram da palavra o moleiro-mor (presidente da direcção) da Contraria, a directora regional da Direcção Regional de Agricultura e Pescas, o representante da Federação das Confrarias Gastronómicas, o director da ACERT e o presidente da Câmara Municipal.

Pelas 14h30, todos desceram ao pátio do bar da ACERT, onde decorreu o almoço de convívio, confeccionado pelo restaurante Dão Catering e servido por alunos do curso restauração da Escola Profissional de Tondela. Os carolos de vinha-d’alhos foram um dos primeiros pratos a serem saboreados na farta e apreciada ementa do almoço.

Apresentado no decorrer do convívio, o espectáculo “20Dizer”, do actor e encenador José Rui Martins, pouco antes entronizado como confrade de honra, foi uma surpresa agradável para a maioria dos convivas. Além daquele espectáculo, houve também surpresa na presença do consagrado actor Rui de Carvalho, ocupando lugar de mesa junto a Suzana Maria Redondo e directores da Confraria.

O convívio deu ainda oportunidade à entrega de lembranças à Federação das Confrarias Gastronómicas e às seguintes confrarias presentes: Confraria Almas Santas da Areosa, Confraria Amigos da Geropiga, Confraria Arroz de Aba de Cinfães, Confraria do Arroz e do Mar, Confraria do Moliceiro, Confraria da Castanha, Confraria da Maça Portuguesa, Confraria das Papas de S. Miguel, Confraria do Bolo Podre, Confraria do Cabrito e da Serra do Caramulo, Confraria do Medronho, Confraria do Frango do Campo, Confraria Gastronómica do Bucho de Arganil, Confraria Enogastronómica Sabores do Botaréu, Confraria Nabos e Companhia, Confraria Saberes e Sabores do Dão Grão Vasco, Confraria “As Sainhas”, Confraria da Urtiga e Confraria dos Carolos e Papas de Milho.

 Lino Dias

2 Comments

  1. É bastante bom , neste caso, ver via web, os sorrisos de contentamento de Todas as Confrarias presentes e respectivos Confrades. Igualmente gostaria de parabenizar os Respectivos Confrades, Novos Confrades e entronizados. Um Grande bem Haja para os Bons Costumes e , não esquecidas, pelo contrário, a promoção da Gastronomia Portuguesa. Parabéns. Gio

  2. Gostaria muito de saber que os bons Costumes Portugueses, não estão em declínio! Pelo contrário! Obrigado&. Gio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*