Novo encontro de cantares do Ciclo Natalício na Igreja Paroquial de Santa Maria de Currelos

IMG_0032.JPGCom a suspensão do espectáculo previsto para a Igreja de Óvoa no Dia de Reis, a quinta edição do Encontro de Cantares do Ciclo Natalício, por terras dos concelhos de Santa Comba Dão e Carregal do Sal, teve a sua primeira apresentação no sábado, 07 de Janeiro, com início às 18h30, na Igreja Paroquial de Santa Maria de Currelos, em Casal da Torre, desta vez apenas com participação do Grupo de Cantares “O Torreão”, do Centro Cultural de Currelos, e da Tuna Santo Estêvão, de Santa Comba Dão.

Como novidade, o espectáculo dividiu-se em três partes, contrariamente às edições anteriores, em que todos os grupos cantavam juntos os cânticos do reportório. A opção resultou, dando ocasião de cada grupo mostrar, a sós, a valia da sua qualidade musical e coral.

Primeiro exibiu-se o grupo anfitrião, cantando «Toca o sino na capela», «É Natal», «Quem diremos nós que viva», «Viva lá senhor da casa», «Dlim dlim dlim dlão», «Hoje aqui veremos» e «Beija-pé do Menino». Seguiu-se a Tuna Santo Estêvão com «Canto dos pastores», «Ó Jesus bendito», «Entrai, pastores entrai», «Alerta, pastores alerta», «Ao Menino Deus», «Nossa Senhora faz meia» e «Boas festas». Por fim, em conjunto, cantaram «Ó Anjos cantai comigo», «Esta noite não se dorme», «Ora vamos todos», «Estrelas d’aurora» e «Os amigalhaços».

No todo, trata-se de temas tradicionais do natal, das janeiras e dos reis, que eram cantados de porta a porta pelas ruas das aldeias. Nuno Mateus, de Óvoa, professor de música e acordeonista dos dois grupos, voltou a ser o apresentador de serviço, tendo o cuidado de explicar à assistência a origem desses temas, um a um, e a época em que eram cantados.

Após reforçar os votos de boas festas e de desejar que o ano novo traga a todos saúde, paz e harmonia, Nuno Mateus agradeceu os sucessivos aplausos da assistência e convidou-a a cantar «Os amigalhaços», cantiga de carácter popular, que “demonstra as amizades e laços que nascem ao serão”.

Um pote colocado à frente dos cantadores recolheu as “janeiras” de todos quantos quiseram contribuir para uma receita a repartir pelos dois grupos.

Estes encontros resultam sempre num excelente serão para a comunidade local e numa saudável confraternização entre os grupos participantes, depois reforçada, no final, com um convívio em redor de uma mesa farta de aperitivos.

O ciclo prossegue no próximo sábado, 14 de Janeiro, às 19h00, na Igreja da Misericórdia de Santa Comba Dão e termina no dia 21 em Castelejo, onde os grupos actuarão, a partir das 20h30, no salão da Associação Sócio Cultural São João Evangelista, junto à lareira, também com a participação do grupo coral da Universidade Sénior de Carregal do Sal.

Portanto, mais duas boas oportunidades para apreciar música de qualidade e a alegria de cânticos que transmitem mensagens de paz, fraternidade e amizade. A não perder!…

Lino Dias

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*