Igreja matriz de São João Areias recebeu novo Encontro de Cantares de Janeiras e Reis

IMG_0086.jpg

Em início de cada ano, por todo o lado há grupos apostados em repor a tradição dos Cantares das Janeiras e dos Reis, divulgando estes antigos costumes e proporcionando agradáveis momentos a quem assiste ou neles participa.

São os ranchos folclóricos e os grupos de cantares tradicionais que, actualmente, mais vivenciam e preservam essa tradição, fazendo intercâmbios para a viabilização, sem elevados custos, de encontros em que cada um dê expressão a costumes com raízes muito antigas e assim mantidos ao longo dos tempos.

Desde 2011 que o Grupo de Cantares de São João de Areias se envolveu nessa manifestação cultural de preservação e divulgação das tradições populares, tendo este ano organizado já a sétima edição de um encontro de cantares de cariz natalício. Assim aconteceu na tarde de domingo, 15 de Janeiro, com lugar na igreja paroquial de São João de Areias, como habitualmente. Desta vez, além do grupo organizador, participaram no encontro, como convidados, o Grupo de Cavaquinhos de Vilar de Besteiros (Tondela) e o Rancho Folclórico de Penalva do Castelo

Coube ao grupo de São João de Areias iniciar as actuações. Nasceu em 1997, numa noite dos festejos da própria vila, por incentivo do antigo pároco José António Almeida, ficando ligado ao Centro Social e Paroquial. Apresentou-se com 14 elementos e instrumental de acordeão, violas, bombo, pandeireta, ferrinho e pinhas. Cantou «As Janeiras Vimos Cantar», «Hino dos Reis/25 Dezembro», «Vi Chorar o Menino», «Santos Reis», «Na Longa Estrada», «Boas Festas» e «Janeiras ao Luar».

Surgido em 2006 ao abrigo do Ensino Recorrente, o Grupo de Cavaquinhos de Vilar de Besteiros constituiu-se em associação em 2009 e privilegia a permuta com outros grupos a nível do cancioneiro popular português. Participando neste encontro com 15 elementos e instrumental de viola, cavaquinhos, bombo e ferrinho, interpretou «Cantai Todos», «Boas Festas ‘Antigas’», «Os Três Reis do Oriente» e «Boas Festas ‘Novas’».

Por último, o Rancho Folclórico de Penalva do Castelo, fundado como associação em Janeiro de 2000, para preservação e divulgação da etnografia penalvense, cantou «Ano Velho Está Acabado»; «Rapazes e Raparigas, Vamos Todos a Belém», «Os Pastorinhos», «Já Nasceu o Menino» e «Boas Festas, Boas Festas». Apresentou-se com 34 elementos e instrumental de acordeão, cavaquinhos, viola, trompete, reco-reco e bombo.

No conjunto, assistiu-se a um espectáculo que a todos encantou e que saiu entusiasticamente aplaudido em todos os temas. Merecia ter mais gente da terra a assistir, ficando-se por três dezenas de presenças, entre as quais se contavam, a nível de individualidades, Leonel Gouveia, presidente da Câmara Municipal de Santa Comba Dão, Serafim Rodrigues, presidente da Junta de Freguesia de São João de Areias, e José Mário Antunes, tesoureiro da Junta.

No final, os referidos autarcas elogiaram a prestação de cada grupo e procederam à entrega das habituais lembranças. O encontro prolongou-se na antiga escola primária, sede do grupo anfitrião, onde, em ambiente de especial confraternização, foi servido um abundante lanche ajantarado.

Lino Dias

Fotos: Gerrit Kulik e Lino Dias

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*