Festa de Oliveirinha em honra de Nossa Senhora dos Prazeres voltou a atrair grande adesão de populares

IMG_0002.JPG

Nossa Senhora dos Prazeres tem especial devoção na aldeia de Oliveirinha, principalmente por ocasião da festa anual em sua honra, cuja data de calendário se celebra sempre quinze dias depois do domingo de Páscoa.

Nessa devoção sobressai um bairrismo exemplar de pessoas que anos a fio se ocupam voluntariamente de preceitos que engrandecem o brilho de cada festa em honra da padroeira. Assim acontece com o embelezamento do largo da capela e das principais artérias envolventes, de que se ocupam Amélia Batista e Palmira Gonçalves. Este ano, além dos cordões de flores de plástico multicoloridas, deram-se ainda ao trabalho de confeccionar tapetes de igual material que distribuíram pelos moradores daquelas ruas para colocação em janelas e varandas. Acontece também com a primorosa decoração da igreja e dos andores por parte de Helena Silva Paiva, Maria Albertina Marques e Maria do Carmo Marques, habituais zeladoras da capela, mantendo a colaboração que, ano a ano, têm dado a cada mordomia.

Depois, acresce o brio das mordomias na organização dos festejos, fazendo com que sejam dos mais concorridos do género no concelho de Carregal do Sal. Isso voltou a acontecer este ano, começando na noite de sábado, 29 de Abril, com o baile no largo da capela, animado pelo grupo musical RBN, de Azenha (Oliveira do Conde), que durou até às tantas, apenas interrompido à meia-noite pela sessão de fogo-de-artifício.

Dia principal dos festejos, o domingo começou com a habitual alvorada de foguetes, às 08h00, e a missa solene às 10h30, celebrada pelo pároco Álvaro Arede, apresentando-se a capela repleta de fiéis. Retomados depois do almoço com a arruada da Banda Filarmónica de Cabanas de Viriato, os festejos deram vez, pelas 16h30, ao momento mais aguardado pelo povo com a tradicional procissão de andores.

Participada, como sempre, por grande número de fiéis e abrilhantada pela Banda Filarmónica, a procissão integrou andores com as imagens de São Silvestre, São Brás, Menino Jesus de Praga, Rainha Santa Isabel, São Sebastião, Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora dos Prazeres, lindamente enfeitados. Percorreu a habitual longa caminhada desde a capela até ao largo da estação dos comboios e em sentido inverso, com agentes da GNR do posto de Carregal do Sal a controlar o trânsito e a garantir que tudo decorresse com normalidade.

Depois da procissão e de cantado o hino a Nossa Senhora dos Prazeres no largo da capela, a Banda Filarmónica fez a sua despedida musical. Seguiu-se a actuação dos grupos folclóricos “Cravos e Rosas”, de Vila Meã”, e “Flores da Beira”, de Travanca de São Tomé, o leilão de oferendas e um sorteio de rifas, dando ao mesmo tempo movimento à quermesse, instalada naquele largo. Por fim, o grupo de concertinas “Sons da Serra”, de Oliveira do Hospital, animou a noite desse dia, encerrando os festejos da melhor forma.

A organização dos festejos esteve a cargo de José Luís Elias de Sousa, José António Silvério da Costa, Artur Amaral Silvério Oliveira e Miguel Veloso Duarte, que saíram bem sucedidos na sua missão. Tendo agora cessado funções, nomearam para o seu lugar Emílio Ferreira Loureiro, António da Costa Dinis, José dos Santos Gouveia e Adelino Mendes Matias.

Lino Dias

.

HINO DE NOSSA SENHORA DOS PRAZERES

.

Nossa Senhora dos Prazeres

Ao olhar p’ra vós Santinha,

Oro pela proteção,

Do povo de Oliveirinha,

Que tendes no coração!

.

Olhai p’los filhos da terra,

Que em vós têm confiança,

P’ra viver em paz, sem guerra,

Viver com amor e esperança!

Viver sempre em união,

Com o Mundo que nos rodeia,

Transmitindo em oração,

O carinho da nossa aldeia.

.

Nossa Senhora dos Prazeres,

Ajudai-nos nos deveres,

Que temos para cumprir.

Afastai-nos da tristeza,

Induzi-nos a proeza,

P’ra vivermos a sorrir.

2 Comments

  1. Simplesmente maravilhoso!
    E tao bom ver a gente da minha terra a celebrar com tanta fe e intusiasmo o dia da nossa padroeira a Senhora dos Praseres. So e pena que nao haja mais Fotografias! !!!!!
    Todos unidos para que as nossas tradições nunca terminem.Muitos Parabéns a todos os envolvidos que fizeram com que este dia fosse de grande alegria para o povo da nossa terra . Beijinhos Até breve.
    Viva Oliveirinha…

  2. Parabéns a todos os que se empenharam para que a tradição continue. Bem hajam conterrâneos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*