Farol da Nossa Terra –  AUTÁRQUICAS
segunda-feira, 22 maio 2017

Outros Cronistas — Quarta-feira, 17 Maio 2017 — 1 Comentário

 AUTÁRQUICAS

Que remédio! Vamos ter de continuar a falar do tempo, do Benfica e do nosso querido Salvador, porque não há ainda candidatos que cheguem, para alimentar qualquer outra, usual e salutar discussão. De seis possíveis candidatos à Câmara e estando a menos de seis meses das eleições, neste momento, só é conhecido um. O candidato divulgado pelo P. S. D., Dr. Óscar Paiva. Reconheço, (embora defenda ária política diferente), ser um bom candidato. Tem feito ao longo dos anos bom trabalho associativo na sua terra, revelando não só, capacidade e mérito, como interesse pelos que o rodeiam, sendo assim, preocupação pelo bem comum. Tem sabedoria que baste e experiência que chegue, mas, o que mais me impressiona neste Senhor, é o facto de ser um homem dotado de grande sensibilidade. Oxalá, ( palavra bonita, esta ), outros candidatos apareçam, com igual qualidade.

Foi também, com satisfação que soube, que no concelho de Carregal do Sal e nas próximas eleições autárquicas, vai aparecer uma lista de jovens universitários e amigos,( Carregal Positivo ), a candidatar-se à Assembleia Municipal. É um sonho, mas, salutar, pois é sabido, ser a juventude quem defende  os mais sãos ideais, os mais desinteressados e saudáveis valores e que pode trazer à campanha, a irreverente alegria e a espontaneidade que lhes é própria. Sendo assim, como natural e residente nesta terra, fico-lhes desde já, grato pela iniciativa. Soube também que o  P U R P, Partido dos Reformados que, pelo menos até ao momento, não tinha neste concelho aderentes, simpatizantes ou militantes, pretende apresentar listas a todas as Freguesias, Assembleia Municipal e Câmara. (Árdua tarefa). Além dos Partidos tradicionais, consta também, que irá apresentar-se à Câmara uma lista encabeçada por um independente. A todos dou as minhas boas- vindas, querendo acreditar, que todos venham imbuídos do melhor espírito, na defesa dum melhor futuro para a nossa terra. Mas há uma dúvida que o P U R P, – embora sem culpa -, me  despertou e que é a seguinte: Ora se este partido, que até há poucas semanas não era  conhecido cá na terra, não tendo por isso aderentes e considerando que, à parte escassas exceções, todos os adultos têm já, as opções partidárias feitas, – e, tal como no futebol, tantas vezes com lamentável e doentio fanatismo -, quem irão eles apresentar como cabeças de lista? Será que, um C. D. S. à Câmara, um P.C. à Freguesia, um P. S. D. a outra freguesia, um P. S. à  Assembleia?  Isto, porque me parece, embora há muito venha sendo habitual, que sempre que um militante dum partido, que por ventura já exerceu cargos e ao longo dos anos defendeu determinados valores, concorre por os diferentes valores doutro partido, para ganhar um lugar… ou me engano, ou está a vender a alma ao Diabo. Veja-se pois, como exemplo: O candidato defende escolas e saúde privada, ou a implantação no concelho, de uma incineradora de resíduos tóxicos perigosos, mas o partido em que concorre, defende que aquelas sejam públicas e a não implantação da incineradora no concelho. Será que este candidato não está a vender a alma ao diabo? Porque, na verdade, verificando-se uma situação destas e se o candidato for eleito, por exemplo, presidente da Câmara e porque quem manda, são os presidentes, é claro que este impõe as suas ideias e não as do partido. Bem, mas assim a coisa piora, porque se este candidato vende a alma ao diabo, quantas almas é que o partido está a vender? Não só está a vender a alma de todos os simpatizantes e militantes, mas vendendo também, todos os valores e princípios que defendeu e apregoou até aí… e vai continuar a apregoar, certamente.

.

Adérito Costa

Um Comentário

  1. Carlos Peixeira Marques diz:

    Estimado Sr. Adérito Costa:
    Saúdo o texto, deixando três notas:
    1. Acredito que grande parte dos munícipes concordará com o que diz do anunciado candidato do PSD.
    2. Também considero louvável a iniciativa Carregal Positivo e, até ao momento, tenho apreciado a honestidade intelectual com que têm apresentado as suas ideias.
    3. Quanto ao Diabo por almas… Aquilo que me é dado a perceber é que, a prazo, o recrutamento de vira-casacas gera arrependimentos. Falei disso no meu último artigo, de forma mais directa numa nota de rodapé.

    Os meus cumprimentos.

Deixe um Comentário


Cronistas
Agenda
Agenda completa
Comentários Recentes
Últimos comentários