Festejos anuais de Alvarelhos em honra de Santo Aleixo

1.jpg

Realizados no passado fim-de-semana, dias 28, 29 e 30 de Julho, os festejos anuais de Alvarelhos em honra de Santo Aleixo voltaram a conhecer o brilho e a grandiosidade que lhes conferem a particularidade de se afirmarem como uma das festas mais concorridas do concelho de Carregal do Sal.

A abertura da quermesse na sexta-feira, às 19h00, pelas 19h00, marcou o início dos festejos, a par do serviço de jantares. A noite desse dia foi animada pelo. grupo musical Classe Média, do Luso.

No sábado a tarde foi preenchida com prática desportiva e zumba. Seguiram-se os jantares e a animação nocturna, com actuação do grupo musical Panorama, de Tondela.

A missa solene dedicada ao padroeiro iniciou, às 17h00, o programa de domingo, dia principal dos festejos pela importância que as solenidades religiosas lhe conferem. Estas solenidades foram iniciadas às 17h00 com a celebração da missa em honra do padroeiro, pelo respectivo pároco, Pe. Álvaro Arede, coadjuvado pelo Pe. José Carlos Maia, do Centro Sócio-Pastoral da Diocese de Viseu. A capela apresentava-se festivamente ornamentada e repleta de fiéis.

Realizada a seguir à missa, a tradicional procissão de andores, presidida pelo pároco, levou andores, primorosamente enfeitados e transportados a ombros, com as imagens do Menino Jesus, de Santa Marta, São Sebastião, Nossa Senhora das Necessidades, Imaculado Coração de Maria e Santo Aleixo, percorrendo a habitual caminhada pelas ruas centrais da povoação, abrilhantada pela Banda Filarmónica de Cabanas de Viriato.

Depois da despedida musical da Banda Filarmónica, deu-se vez ao leilão de oferendas, ao qual se seguiu a exibição do Grupo de Concertinas Raízes da Beira, do concelho de Oliveira do Hospital, e continuando a barraca de comidas e bebidas a registar bom movimento. O encerramento dos festejos coube, também este ano, ao conhecido organista Nuno Filipe, de Pinheiro de Ázere.

A organização esteve a cargo de Ana Lúcia Ramos, Sónia Costa Freitas, Lídia Costa Santos, Lucinda Costa Santos, Tiago Daniel Borges, Jorge Santos, José Silva e Francisco Barroso, mordomos que cessaram funções e aos quais o pároco agradeceu o trabalho desenvolvido, sem se pouparem a canseiras. Para a nova mordomia, nomearam Isaltina Ivo Domingues, Neide Vicente, Marisa Figueiredo Santos, Isaura Marques Frias, Paulo Lourenço, António Borges Castanheira, Rafael Brito e Firmino Silva.

Lino Dias

Fotos: Marta Frias

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*