Farol da Nossa Terra – Volta ao Conhecimento/Volta a Portugal tem participação do Instituto Politécnico de Viseu
quinta-feira, 17 agosto 2017

Escolas — Sexta-feira, 11 Agosto 2017 — 0 Comentários

Volta ao Conhecimento/Volta a Portugal tem participação do Instituto Politécnico de Viseu

O Instituto Politécnico de Viseu participa na Volta ao Conhecimento, um evento dinamizado pelo Ministério da volta.pngCiência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) e que decorre, pelo segundo ano consecutivo, em colaboração com a Volta a Portugal em Bicicleta.

A 79ª edição da Volta está a percorrer o país desde o passado dia 4 e prossegue até ao próximo dia 15 de agosto, data em que tem o seu epílogo em Viseu. O MCTES acompanha, mais uma vez, esta travessia do território nacional, levando consigo, pela mesma rota, que se desenvolve por 10 Etapas com Conhecimento, “o Conhecimento produzido pelas instituições de ensino superior e pela comunidade científica”.

A Volta ao Conhecimento (www.voltaaoconhecimento.pt) tem como metas promover o conhecimento do território português, do seu património cultural, natural, científico e tecnológico; estimular a aproximação entre as instituições de ensino superior e os territórios onde estão inseridas; acentuar a importância da formação e do conhecimento, indispensáveis à utilização responsável dos recursos naturais e à preservação e fruição da natureza, reforçando a consciência e o envolvimento dos cidadãos. Pretende, ainda, valorizar a afirmação das regiões como contextos de conhecimento, aproximando comunidades e criando ambientes propícios à inovação social, científica, económica e cultural.

Diariamente, durante o calendário da Volta a Portugal em Bicicleta, a Volta ao Conhecimento integra o programa Há Volta, da RTP. Nessas emissões, “os investigadores são convidados a divulgar o trabalho realizado no interior das instituições de ensino superior, no sentido de melhor conhecer e compreender o território, as paisagens, as pessoas, a sua cultura e as suas tradições”.

Desenvolvida em parceria com a Volta a Portugal e com a RTP, a Volta ao Conhecimento apresenta os diferentes projetos da comunidade científica nacional, tendo a colaboração das instituições de Ensino Superior, do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) e da Agência Nacional de Inovação (ANI).

Recorde-se que em 2016, primeiro ano da realização da Volta ao Conhecimento, esta iniciativa envolveu 19 instituições de ensino superior, sendo que mais de 400 conteúdos de base científica foram disponibilizados em plataformas digitais.

E “porque a Volta tem Ciência”, o Instituto Politécnico de Viseu dá a conhecer, através deste evento, vários projetos científicos que estão a ser desenvolvidos no seu seio e que se traduzem em inovações tecnológicas que o ligam às empresas e à região onde está inserido.

O conjunto destas atividades científicas do Instituto Politécnico de Viseu abrange as seguintes temáticas: “Artes e Ofícios”, “Gastronomia”, “Inovação”, “Património”, “Saúde,”, “Território”.

Nas “Artes e Ofícios”, inserem-se dois projetos de investigadores do IPV: “Dimensões, princípios e objetivos de práticas interdisciplinares no ensino superior e “Línguas estrangeiras e empregabilidade”.

Na temática da “Gastronomia” incluem-se o “Projeto Estratégico de Apoio à Fileira do Vinho na Região Centro”, “QCLASSE – Caracterização e Valorização do Queijo Serra Estrela DOP e sua vocação para a promoção da Saúde”,“Estudo internacional sobre as motivações alimentares”,“Influence of stress hydric in biochemical profiles and molecular expression of cardosins in cardoon (Cynara cardunculus L.)”.

A nível da “Inovação”, são apresentados os estudos: “HotPUR”, “LigthWood”, “2GAR”, “HEALTHY- ValorWhey”, “SheepIT – Sistema de controlo de pastagem baseado em tecnologias IT”.

Na área do “Património”, refiram-se os projetos “O impacto dos Estudantes Erasmus em Portugal”, “VIAS | Viseu InterAge Stories”, “Recomendador inteligente de percursos turísticos para as regiões do Douro / Vale do Varosa”, “STORYTELLING: O poder do “Era uma vez…” na atração turística nos Centros Históricos Património Mundial”.

A “Saúde” é também objeto da investigação do IPV, através dos seguintes estudos: “Febre Q na perspetiva do manipulador do animal da Serra da Estrela”, “Projeto MAISaúde Mental”, “Supervisão e Mentorado no Ensino Superior: Dinâmicas de Sucesso (SuperES)”, “Sucesso Académico no Ensino Superior: Competências Emocionais e prevenção do abandono”, “A emergência do vírus Schmallemberg em Portugal”.

Finalmente, o “Território” conta com cinco investigações: “Técnicas de controlo das concentrações de amoníaco em instalações avícolas”, “Pontes entre agricultura familiar e agricultura biológica”, “Waste2Value”, “Fatores de atratividade empresarial da região de Viseu”, “Valorização de Resíduos Florestais por liquefação”.

 

.

Ester Araújo

      Serviço de Comunicação, Cultura e Documentação do Instituto Politécnico de Viseu

Deixe um Comentário


Cronistas
Agenda
Agenda completa
Comentários Recentes
Últimos comentários