Farol da Nossa Terra – Apresentação da candidatura do Carregal Positivo à Assembleia Municipal de Carregal do Sal
quarta-feira, 20 setembro 2017

Política — Segunda-feira, 11 Setembro 2017 — 0 Comentários

Apresentação da candidatura do Carregal Positivo à Assembleia Municipal de Carregal do Sal

1.jpg

Eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, foi convidada especial de um jantar transformado em homenagem a Clara Alexandre, militante bloquista, falecida um dia antes desse convívio

O falecimento de Clara Alexandre, activista do Bloco de Esquerda no distrito de Viseu e ex-membro da Mesa Nacional deste partido, acabou por marcar significativamente o jantar de convívio que o movimento Carregal Positivo, liderado por Diego Garcia, realizou no sábado, 09 de Setembro, no Restaurante Salinas, na apresentação da sua candidatura à Assembleia Municipal de Carregal do Sal.

Socióloga, residente em Santa Comba Dão, de 57 anos de idade, Clara Alexandre estava hospitalizada em Coimbra, de onde o corpo foi transladado ontem para a morgue da Santa Casa da Misericórdia de Santa Comba Dão, onde ficou em câmara ardente até esta segunda-feira, seguindo depois para o cemitério de Santiago, em Viseu, para ser cremado.

Carregal do Sal foi precisamente um dos concelhos onde Clara Alexandra fez incidir a sua acção de activista, mas também a nível profissional aí exerceu funções, tendo, por exemplo, sido formadora do Curso EFA NS – Técnicas de Acção Educativa (2008/2009) e do Curso EFA de Geriatria (2009/2010) que o Centro Social Professora Elisa Barros Silva, de Cabanas de Viriato, promoveu em 2008 e 2009, respectivamente. No âmbito desses cursos, encenou as peças de teatro “Aristides – O Salvador” e “Três Reis de Gente”, formando para o efeito o grupo de teatro “Criar”, no sentido de as apresentar à comunidade.

Após auscultação à Comissão Coordenadora Distrital de Viseu do Bloco de Esquerda, a candidatura bloquista à Assembleia Municipal de Carregal do Sal e os familiares de Clara Alexandre acharam por bem manter o jantar de apresentação, transformando-o numa homenagem a Clara Alexandre, com a presença do seu companheiro, Artur Jorge de Matos Gouveia, do seu filho, Gabriel Alexandre Moreira, e da sua irmã, Maria José Pais Alexandre.

Disse Diego Garcia naquele convívio que Clara Alexandre foi a primeira pessoa a dar apoio à candidatura do Carregal Positivo, assim como “conselhos e força”, fazendo até questão de estar presente nos debates e iniciativas, mesmo em momentos mais difíceis de saúde. Também Marisa Matias recordou os “caminhos difíceis” que Clara Alexandre percorreu na sua acção de activista da democracia, do ambiente e dos direitos cívicos em geral, realçando que “era a personificação da democracia em si mesmo”. Lembrou que ela era uma das principais ativistas da AZU e das lutas contra a radioatividade e poluição, bem como dos movimentos pela água.

Relativamente à candidatura bloquista às eleições autárquicas do dia 01 de Outubro em Carregal do Sal, Diego Garcia traçou o panorama político no concelho, levando-o a afirmar que “o PS está esgotado e sem ideias, com um projecto igual ao de há quatro anos”, o PSD “não apresenta nada de novo ao nosso concelho”, do CDS “não se percebe o que quer” e a CDU “está invisível”. Perante isso, disse que o BE apresenta “uma candidatura forte, energética, jovem” com a experiência e a disciplina “necessárias para melhorar o concelho”, partindo do conceito de que a Assembleia Municipal, apesar de não ser um órgão executivo, “é o órgão indicado para começar a fazer a diferença” com propostas sobre diferentes temas, desde logo, como frisou, com vista a “uma gestão municipal da água” com o objectivo de descer a factura da água; defender os direitos dos animais com a construção de um parque canino e de um canil “com condições dignas”; garantir refeições aos alunos de famílias carenciadas nas épocas de férias; tornar os parques infantis “acessíveis a crianças com deficiência”; criar uma “ciclovia urbana” com ligação à Ecopista do Dão; criar uma “paragem de autocarros digna” para transportes nacionais e inter-regionais; colocar uma “carrinha exclusiva e gratuita” no transporte dos mais idosos “entre as aldeias e as vilas”; lutar pela proibição do glifosato; e requalificar “com urgência” as ETAR.

Realçado ali por Liliana Andrade, segunda da lista, a candidatura do Carregal Positivo destaca-se pelo seu carácter jovem, com uma média de idades de 27 anos, sendo a “lista mais jovem de Portugal”, segundou referiu esta candidata. Além disso, fez notar que é uma lista paritária, com 11 elementos masculinos e 9 femininos, e pretende dar “um novo ar à política do concelho”.

Lino Dias

Fotos: Carregal Positivo

Deixe um Comentário


Cronistas
Agenda
Agenda completa
Comentários Recentes
Últimos comentários