Cabeça Falante – Uma Cidade Que Vai Contar Histórias

O nosso cérebro contém 100 mil milhões de neurónios, hábeis de chefiar um milhão de biliões de histórias e pensamentos. É tudo que precisamos para imaginar. Claro que, na realidade, é de “perder a cabeça”. Esta sensação de perder, “sem pés nem cabeça”, funde a imaginação com a fala, desbravando o caminho para dar rumo à escrita. O que dizer quando a escrita se instala?

“Cabeça Falante – Uma Cidade Que Vai Contar Histórias”  reúne, pela primeira vez e num evento único,  25 escritores em Santa Comba Dão;  17 do concelho e 8 escritores convidados ( Mortágua, Tondela, Tábua, Carregal do Sal, S. Pedro do Sul, Porto e Lisboa) num só livro. Segue, na sua inquietude, um dos métodos de composição da fanzine (inclui poesia, prosa, ensaios, histórias ou estórias, memórias). O objectivo é apenas sentir Cultura na Cidade (A Cidade das Histórias).  Com um cartaz de excelência.

“Cabeça Falante – Uma Cidade Que Vai Contar Histórias” é o primeiro projecto literário das publicações CANHOTO ESQUERDINO® – Livros dos nossos. Conta com a colaboração da Biblioteca Municipal Alves Mateus, Câmara Municipal de Santa Comba Dão, Junta de Freguesia de S. João de Areias, Licor Beirão, Cabriz, Global Wines, Victor – Ginja, Gambiarra – Associação Cultural, PERRO – Companhia de Teatro, Elsa Santos – Instituto de Beleza, Espassos – Livraria, Enseada, Paulo Oliveira – Fotografia, CMAD, Agulha do Tempo, Ana Isabel Ribeiro, Pradodecor, Des i.

21 de Janeiro, pelas 14 horas, na Casa da Cultura de Santa Comba Dão.

A escrita apela seguramente a um vasto sentido de encorajamento e de aventura por parte de quem escreve e de quem lê; poderá tocar os corações, movimentar nações e é um princípio eficaz e indispensável da vida em sociedade e que alude para um significado, uma mensagem. A escrita será sempre um propósito de enriquecimento pessoal.

Canhoto Esquerdino® – Livros dos nossos é uma editora jovem, dinâmica, suscitada pelo espírito de equipa; é, sobretudo, rica em cultura e inovação literária, com o intuito de dar a conhecer e promover  histórias/estórias de pequenos grandes escritores olvidados entre as serras, que são, também, a alma cultural da nossa sociedade.

A Canhoto Esquerdino® preza-se pelo respeito de cada autor, de cada história/estória, de cada palavra, apostando no desenvolvimento cultural, desenvolvendo projectos para todos. A editora que irá transformar Santa Comba Dão  Na Cidade das Histórias (Cultura na Cidade.)

Canhoto Esquerdino®
Amaro Figueiredo, CEO

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*