António Abrantes

Só esconde quem tem telhados de vidro (opacos)

ANTÓNIO ABRANTES  * . Nos últimos tempos tem-se falado muito em transparência das instituições ou falta dela. No BES esconderam-se biliões de prejuízo. Na PT esconderam-se favores de milhões, inclusive entre administradores e, pior, escondeu-se […]

António Abrantes

Um casino para Viseu?

ANTÓNIO ABRANTES  * . Em notícias vindas a público (ver Jornal do Centro de 22/8) que davam conta de algumas propostas apresentadas à Câmara Municipal de Viseu no âmbito da elaboração do “orçamento participativo” que […]

António Abrantes

Quem elogia quer vender

ANTÓNIO ABRANTES  * . Dizia o meu avô que “quem desdenha quer comprar”. O inverso pode ser: “quem elogia quer vender”. Os últimos tempos têm sido férteis em notícias de declarações algo contraditórias de bancos […]

António Abrantes

O crescimento económico gota a gota

ANTÓNIO ABRANTES  * . Fala-se de crescimento económico quando há crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) entre dois períodos de tempo, em regra, um ano. O PIB de um país é a soma dos valores […]

António Abrantes

“Uvas e romãs”… doces

ANTÓNIO ABRANTES  * . Passados alguns meses sobre as últimas eleições autárquicas talvez não seja despropositado tecer algumas considerações sobre aspectos da actividade dos novos órgãos municipais de Carregal do Sal e, se me é […]

António Abrantes

“A balada de Narayama”

ANTÓNIO ABRANTES  . A questão abordada na minha última crónica de 18 de dez., no Farol da Nossa Terra, prendia-se com uma proposta recente … e descarada de um tal ministro japonês de que se […]

António Abrantes

Como vamos de finanças?

ANTÓNIO ABRANTES  . Para quem tem poupanças (espécie financeira em vias de extinção para a maioria) estes novos “Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM)” podem ser uma boa aplicação. Saídos mesmo agora do “forno” (a […]

António Abrantes

Aquilino Ribeiro em Viseu

ANTÓNIO ABRANTES .  Aquilino, considerado por muitos um dos maiores do século XX português tem agora uma estátua na Rua Formosa, em Viseu, mesmo em frente ao antigo mercado da cidade. A escultura em bronze, […]

António Abrantes

Solidariedade e acção precisam-se

A. ABRANTES . O sacrifício de vidas como o da Cátia, o sofrimento dos seus colegas feridos, o impacto tremendo nas suas famílias não pode deixar de nos questionar sobre se não é possível fazer […]