Catarina Fonseca

É relativo

CATARINA FONSECA * .   Por tudo o que aprecio e vou lendo, estou cada vez mais convencida que é tudo mesmo muito relativo. Ideias tão brilhantes como a de Albert Einstein são, afinal, ideias […]

Catarina Fonseca

Há coisas que NUNCA esquecem

CATARINA FONSECA * . Para distrair a mente, numa destas noites, decidi retomar o velho hábito de ler na cama. Bom? Veremos…  Estiquei o braço e puxei da mesa de cabeceira um artigo retirado de […]

Catarina Fonseca

Quem és tu?

CATARINA FONSECA * . Dias frios, cinzentos, chuvosos e um pouco aborrecidos. Procuro na estante da sala um livro para me entreter. Nada demasiado exigente. Ainda acordo a manhã. Vários títulos. Sugestões. Uma mulher loira, […]

Catarina Fonseca

PLIM PLIM (conto infantil)

CATARINA FONSECA * . Tic, tac, tic, tac, tic. Era mais de meia-noite. O relógio grande da sala respirava alto. Tic, tac, tic.. A lua, branca e redonda como uma bola de sabão, iluminava as […]

Catarina Fonseca

A palavra cão não morde

CATARINA FONSECA * . Vá, fui tão séria que vos apetece rir? Apetece-me rir. Terei de me explicar? Levamos muitas vezes a vida a rir porque chorar dá mais dores de cabeça, os lenços de […]

Catarina Fonseca

Vai à missa

CATARINA FONSECA * . Vai à missa Quem tem mais fé que preguiça O sino repete sempre a mesma canção Dlin dlão, dlin dlão De inverno e de Verão. Os gatos enrroscam-se no calor da […]

Catarina Fonseca

Principiário

CATARINA FONSECA * . Ponha o coração de molho Mãos na canja de galinha Que é boa, assim, a vidinha. . Estique as pernas no sofá Que o dia, pra mais não dá E leia […]